Passear com economia

Túnel verde sobre a linha férrea, Farroupilha, Serra Gaúcha

É possível desfrutar sem esbanjar? Sim, é possível! Segue uma dica para que o seu passeio de final de semana, feriado ou férias seja prazeroso e, ao mesmo tempo, econômico, afinal, qualidade de vida não é sinônimo de ostentação ou de extravagância. Nos Estados Unidos e na Europa, é comum as famílias levarem consigo uma cesta de piquenique em seus passeios ao ar livre. Assim, além de economizarem, acabam ingerindo alimentos de sua preferência, por vezes, mais saudáveis do que os encontrados no comércio. Aqui no Brasil, esta prática não é comum por ser tratada como "coisa de pobre". Em tempos de crise, esta não é uma análise muito adequada, afinal, a vida deve continuar, mesmo com restrições orçamentárias!
Se o local a ser visitado possui trilhas ou trechos de caminhada, as frutas são excelentes aliadas para a recomposição de energia. Um frasco com água também é importante. Porém, avalie a conveniência de portar tudo isso, pois, carregar peso pode não ser interessante, se a caminhada for longa. Sendo assim, uma breve programação pode ajudar, mesmo para o passeio curto. 
Com crianças, a programação do passeio, mesmo curto, é quase indispensável, pois é comum elas reclamarem de fome ou de sede, repentinamente, e não tem a mesma paciência dos adultos para esperar. Assim, alguns biscoitos podem ser úteis, por ser um alimento leve e fácil de portar.
Lembre-se que o melhor da vida não é aquilo que registramos em fotografias, mas sim, aquilo que vivenciamos com emoção e registramos na mente.
Estes detalhes poderão tornar o passeio ainda mais interessante, evitando situações embaraçosas.

Bom passeio!

Comentários

Posts mais populares

Casa De Bona: cenário de cinema em Farroupilha, RS

Goio-Ên: RS - SC

Caminhos de Pedra: uma casa na árvore e um café com mirante na Itália brasileira