Casa De Bona: cenário de cinema em Farroupilha, RS

O local:

Em 1888, ano em que o Brasil ainda era uma monarquia, a Lei Áurea entrou em vigor e extinguiu a escravidão no país e a imigração de europeus estava no seu auge. Estes eventos mudaram para sempre o nosso sistema de trabalho rural. Em 1888, um ano antes da Proclamação da República no Brasil, a Serra Gaúcha já era forjada pelos imigrantes europeus, na maioria italianos, forma que ostenta até os dias de hoje, com seus casarões de madeira e porão de pedra, onde pipas de vinho dividiam o espaço com as enxadas e outras ferramentas usadas na época, com réstias de cebola e alho e com os tradicionais salames, pendurados no teto para secar. Assim é a Casa De Bona, local que já serviu de cenário para uma série de televisão e para um filme, tamanha é a riqueza de detalhes de época e o capricho com a sua conservação.
Também pudera: um casarão ao bom estilo italiano, construído em local com uma paisagem magnífica, só pode resultar em um cenário de cinema!
Casa de Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

Onde fica:

A Casa De Bona localiza-se na Linha 80, Segundo Distrito de Farroupilha. Para chegar até lá, utiliza-se a RS-448, que liga Farroupilha a Nova Roma do Sul. Seguindo no sentido a Nova Roma do Sul, cerca de 1,5 quilômetro após a Vila Jansen, há uma curva acentuada à direita e o acesso à Linha 80, recentemente asfaltado, à esquerda. O local é bem sinalizado. Após tomar a esquerda, são mais 500 metros até a entrada da propriedade, também sinalizada. Ver detalhes

O que fazer:

A entrada da propriedade se dá por uma estradinha estreita com uma ponte de madeira sobre um riacho. Paisagem mais do que inspiradora. 
Entrada da propriedade De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

A ponte de madeira é antiga, porém, firme.
Entrada da propriedade De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

Da ponte, avista-se a imponente edificação do século XIX. A casa, originalmente construída por Giuseppe Strapazzon e Ângela Maddalozzo, casal de imigrantes vindos da Itália, foi adquirida por Giovanni De Bona e sua esposa, Domenica Piucco De Bona, cerca de 20 anos após sua construção.
Casa De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

Ao chegarmos à casa, mesmo não tendo agendado, fomos muito bem recepcionados pelos proprietários, que oferecem passeios guiados, com explicações de como era o dia-a-dia de seus antepassados e também de como esta casa histórica é utilizada nos dias de hoje. Para entrar, é cobrada uma taxa simbólica de R$2,50 por pessoa.
Casa De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

O ano da construção, entalhado em pedra, é ostentado sobre a porta.
Detalhe do ano de construção da Casa De Bona, Farroupilha, RS

Ao lado da casa, há uma bela cachoeira, que torna o local ainda mais surpreendente.
Cascata ao lado da Casa De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

Ao lado do riacho, vestígios do antigo moinho da família.
Ruínas do antigo moinho, Casa De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

O bucolismo está presente em todos os detalhes do local, algo que, associado à paisagem, torna-se exuberante!
Casa De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

A casinha de pedra, atrás da casa principal, era utilizada como depósito.
Casa De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

A rusticidade dos artefatos antigos, como o fogão campeiro, a caçarola e a chaleira de ferro, faz com que o visitante vivencie tempos passados, cenas vividas por imigrantes italianos há mais de um século.
Interior da Casa De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

Não por acaso, o porão das casas antigas mantinham uma temperatura constante em seu interior. A espessura das paredes, todas feitas em pedra e cimentadas com material a base de argila, tinham dimensões que não são comumente vistas em edificações nos dias de hoje.
Interior da Casa De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

Alguns elementos foram deixados tais como nas gravações do longa O Filme de Minha Vida (2015) e também da série Decamerão (2009). Até as ramas de marcela permaneceram.
Rusticidade no interior da Casa De Bona, Farroupilha, RS

As foices eram fixadas na parede, após árduo dia de trabalho no campo.
Ferramentas dos imigrantes italianos, Casa De Bona

As famílias guardavam seus pertences mais valiosos em baús como este.
utensílios utilizados por imigrantes italianos, Casa De Bona

Como as mulheres usavam apenas vestidos, andavam a cavalo com celas especiais.
Sela especial para mulheres

A cama de época também fazia parte do cenário, durante as gravações.
Cama utilizada em cena de Decamerão

A casa não transmite somente um ar de bucolismo e historicidade, mas também traz à tona um estilo de vida de uma época de escassez de recursos, porém, de muita criatividade na resolução de problemas do dia-a-dia.
Casa De Bona, Farroupilha, Serra Gaúcha

Assim é a Casa De Bona, um museu, um cenário de cinema, um verso de poesia saudosista. Além de cenário de cinema, a Casa De Bona é procurada para a realização de books fotográficos. Vale a pena conhecer este lugar especial, na Linha 80, interior de Farroupilha. Conheça um pouco mais sobre ela acessando sua página oficial no Facebook: www.facebook.com/casadebona ou o site http://casadebona.com.br/. Mediante agendamento, o visitante é recepcionado com chá e biscoitos. Agendamentos podem ser feitos pelo telefone (54) 3260-3013.
Agradecemos à família De Bona pela hospitalidade e pelo tesouro histórico que conservam em seus domínios.
Veja também mais fotos deste e de outros lugares especiais de nossa região em nossa página no Facebook.

Prestigie nossas atrações turísticas locais!

Até a próxima!


Ir ao resumo


Pesquise hotéis e pousadas em Farroupilha e em toda a Serra Gaúcha em:

Posts mais populares

Caminhos de Pedra: uma casa na árvore e um café com mirante na Itália brasileira

Tour por Otávio Rocha: História, espumantes e chocolates