MARCADORES

Mostrar mais

Parque Zoológico: Sapucaia do Sul, RS

O local:

Pense em um lugar que reúne belas paisagens, área de lazer e animais que, normalmente, só conhecemos pela televisão. Este lugar existe no Rio Grande do Sul, mais precisamente em Sapucaia do Sul.
O Parque Zoológico de Sapucaia do Sul é uma área de cerca de 780 hectares, sendo que 85% desta área é composta por uma reserva florestal. Os outros 15% são ocupados por animais de 150 espécies diferentes, dentre aves, mamíferos de todos os portes, dos pequenos micos aos grandes elefantes e rinocerontes, além de répteis, dentre outros. A maioria delas são nativas do Brasil, algumas, sob risco de extinção.
Rinoceronte Branco

O parque é administrado pela Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, órgão público responsável pela promoção da conservação da biodiversidade do Estado.
Trata-se de um local exclusivo no Estado do Rio Grande do Sul, sendo o único zoológico deste porte e com tal diversidade de espécies. Há exemplares de todas as partes do mundo! Por ser uma ampla área, recomendo o uso de roupas leves e calçados que favoreçam a caminhada. Além da vista dos animais, a paisagem compensa o esforço!

Interior do parque

Onde fica:

Sapucaia do Sul localiza-se há pouco mais de 31 quilômetros de Porto Alegre. O Parque Zoológico localiza-se na BR-116, Km 252, Bairro Colonial, Sapucaia do Sul, RS. Por se tratar de um trecho de rodovia com o status de via expressa, há restrições de acesso e também de saídas. Isso quer dizer que se você passar do ponto de destino, terá que percorrer alguns bons quilômetros até o próximo retorno. 
Para quem trafega no sentido a Porto Alegre, utilizar a rua lateral. A última saída para a rua lateral antes do parque fica no trevo de acesso à Unisinos, 1,5 Km antes. De Porto Alegre, é necessário usar o retorno, também no trevo da Unisinos. Ver detalhes

O que fazer:

Ao chegar, o visitante tem opções de estacionamento dentro e fora do parque. Se optar pelo acesso com o carro, o ingresso é cobrado por veículo, no caso, R$50,00 por carro de passeio, independente da quantidade de ocupantes. Se o carro for deixado do lado de fora, o ingresso é por pessoa: R$10,00 para adultos e R$5,00 para crianças de até 12 anos, estudantes com carteirinha e idosos. A tabela de preços pode ser consultada no site http://www.zoo.fzb.rs.gov.br/conteudo/2393/?Dicas_de_Visita%C3%A7%C3%A3o_e_Ingressos. Como entramos a pé, o acesso é pela roleta, ao lado do acesso para veículos. Placas indicam a localização de cada espécie e também dos demais elementos que compõe o parque. Após a entrada, a primeira atração é o simpático Camelo.
Camelo

Os Cervos aproveitavam o belo dia para um banho de sol em grupo.
Cervos

Dos grandes primatas africanos, o Babuíno é o mais quieto e misterioso.
Babuíno

O despreocupado Chimpanzé ignora o movimento no entorno e relaxa.
Chimpanzé descansando ao sol

A Águia Chilena é uma bela e imponente ave de rapina.
Águia Chilena

O espaço das araras é inconfundível. Estas aves coloridas também são bem barulhentas.
Araras

O olhar do Urubu Rei é intimidador. Mas este parecia até fazer pose para fotos.
Urubu Rei

Mesmo dentro de uma caixa de vidro, a jiboia inspira fascínio e certo temor. 
Jibóia

O Jacaré de Papo Amarelo tem, por hábito, ficar imóvel.
Jacaré do papo amarelo

Os grandes felinos não podiam faltar. Este leão foi encontrado abandonado dentro de uma jaula de circo, às margens de uma rodovia e encaminhado ao Zoológico. É um animal acostumado com o movimento de pessoas.
Leão

O Tigre Siberiano é um felino impressionante.
Tigre de bengala

A Elefanta Indiana é uma das que mais desperta a curiosidade dos visitantes. Ela também parecia fazer graça enquanto era fotografada. 
Elefante indiano

O Antílope D'água é mais um exemplar dos grandes mamíferos africanos.
Antílope

O Rinoceronte Branco demorou, mas saiu para comer. Valeu a espera. É um animal magnífico!
Rinoceronte branco

O Cateto ou Porco Selvagem é uma espécie nativa brasileira. Este grupo desfrutava de uma soneca após o almoço. Catetos, Javalis e Queixadas ficam no final da trilha do parque.
Catetos

Ao final do passeio, flagramos este belo grupo de patos à beira do lago.
Patos

O Parque Zoológico é um local para ser visitado com tempo e paciência. Um passeio de um dia inteiro. O parque conta com restaurante, centro de informações, banheiros públicos, área de lazer com chalés, churrasqueiras e parquinho para as crianças. Usufrua dos recursos do parque, mas não jogue lixo no chão. A vida selvagem agradece!
Para agendamentos, acessar o link http://www.zoo.fzb.rs.gov.br/conteudo/2394/?Agendamento_de_visitas_orientadas_para_Escolas%2FGrupos. As visitas orientadas são oferecidas de terça a sexta-feira, exclusivamente para grupos com agendamento.
Ao contrário do que se pensa sobre o Zoo, ele não abriga animais retirados da natureza. Todas as espécies são originárias de apreensões ou de trocas entre zoológicos. Algumas espécies, como as girafas, não puderam ser recompostas após a morte dos últimos animais, sendo assim, estão ausentes do parque há cerca de sete anos.
Além das espécies aqui mostradas, há capivaras, zebras, lhamas, ursos, hipopótamos, aves de diversos portes e cores, avestruzes, emas, lhamas, pequenos primatas, dentre diversas outras que só não foram mostradas por falta de espaço para as fotos no artigo.
Agradecemos à equipe da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul pelo atendimento cordial e atencioso!
Acesse nossa página no Facebook e confira mais fotos deste e de outros lugares incríveis da nossa região. 
Prestigie os pontos turísticos regionais!

Até a próxima!




Pesquise hotéis e pousadas em Sapucaia do Sul e região:



Comentários

Posts mais populares

Casa De Bona: cenário de cinema em Farroupilha, RS

Goio-Ên: RS - SC

Caminhos de Pedra: uma casa na árvore e um café com mirante na Itália brasileira