MARCADORES

Mostrar mais

Taquari - RS

O local:

Taquari é uma palavra indígena que designa um "bambu adocicado". Também é o nome de uma pequena cidade, às margens do rio que leva o mesmo nome. Com pouco mais de 26 mil habitantes, ela faz parte da região gaúcha do Vale do Taquari. Trata-se da cidade mãe da região, por ser a mais antiga a compor o que é considerado o terceiro vale de rio mais fértil do mundo!
As terras hoje pertencentes ao município de Taquari tiveram seu processo de colonização iniciado na segunda metade do século XVIII, por ordem da Coroa Portuguesa, interessada no desenvolvimento da região. Prova disso são suas edificações antigas, construídas com a arquitetura açoriana.
Casario açoriano em Taquari, RS

Onde fica:

Há cerca de 96 quilômetros de Porto Alegre, a sede do município de Taquari localiza-se ao final da RS-436. A partir da capital, utiliza-se as rodovias federais BR-116, BR-386 e BR-287. Após o pórtico da cidade, no início da RS-436, são pouco mais de 13 quilômetros até o centro da cidade.
A RS-436, embora pavimentada, possui ondulações e buracos, o que requer cuidado dos motoristas. Fora isso, o passeio é instigante.
Outra opção de acesso a Taquari é a RS-130, uma rodovia não pavimentada, pelo município de General Câmara. Neste caminho, o Rio Taquari é atravessado por uma balsa.

O que fazer:

Ao entrar em Taquari, o visitante se depara com belíssimas edificações em arquitetura açoriana. Algumas delas datam da época em que o Brasil era colônia de Portugal. A maioria delas foi restaurada e, além de servir como estabelecimentos comerciais, também ornamenta e caracteriza a cidade.
Casario açoriano em Taquari, RS

Esta casa, ao lado da Praça da Matriz, no centro da cidade, além da cor vibrante, característica marcante da arquitetura açoriana, possui ornamentação inusitada.
Casario açoriano em Taquari, RS

A histórica Igreja Matriz São José, localizada na Rua Davi Canabarro, em frente à praça, é uma edificação de 1768, construída em estilo barroco. Trata-se de uma das mais antigas do Rio Grande do Sul. Em seu interior, há uma rara relíquia da época do Brasil Colônia: a imagem de São José, constituída em madeira, que foi doada pelo Rei de Portugal, no ano de 1765. São José é o padroeiro da cidade de Taquari.
Igreja Matriz São José, Taquari, RS, construída em 1768

A Praça da Matriz também é uma atração a parte. Arborizada, florida e cheia de detalhes que fazem menção ao povo que colonizou a cidade.
Praça da Matriz, Taquari, RS

Localizado na esquina das Ruas Cônego Cordeiro e Cônego Tostes, o Museu Casa Costa e Silva funciona na antiga casa onde nasceu o ex-presidente da República, o Marechal Arthur da Costa e Silva. O local preserva móveis e utensílios de época, tipicamente portugueses, além de publicações históricas.
Museu Casa Costa e Silva, Taquari, RS

Próximo ao centro da cidade, há uma quadra de distância da Praça da Matriz, a Lagoa Armênia é um refúgio para taquarienses e visitantes repousarem, em contato com a natureza, sob a sombra das árvores.
Lagoa Armênia, Taquari, RS

Esta plataforma elevada é uma curiosa estrutura às margens do lago, em formato de barco. Somente mais um dos detalhes que compõe uma das mais bela paisagens da cidade.
Lagoa Armênia, Taquari, RS

A Lagoa Armênia também atrai praticantes de caminhada.
Lagoa Armênia, Taquari, RS

Nos galhos da árvore, repousa uma das tartarugas que habitam o lago, dividindo-o com os patos. É a vida que se faz presente, em um verdadeiro refúgio natural, em meio à cidade.
Lagoa Armênia, Taquari, RS

Nos finais de ano, a Lagoa Armênia é palco de uma das mais belas celebrações natalinas do Estado: o Natal Açoriano em Terra Gaúcha.
Também no centro da cidade, encontra-se o jornal O Taquaryense, um dos mais antigos do Rio Grande do Sul, fundado no final do século XIX. O Taquaryense circula até os dias de hoje em formato tipográfico.
Para quem gosta de aventuras, o Morro da Carapuça, no interior do município, é uma ótima opção de passeio. O caminho até lá não é muito fácil. Após alguns quilômetros por uma estrada estreita e cheia de pedras, a vista do alto do morro é o prêmio.
Às margens da RS-436, figueiras centenárias ostentam seus enormes galhos, estendendo-se sobre a rodovia. Um verdadeiro monumento natural! 
Figueira gigante, Taquari, RS

Enfim, para quem gosta de um turismo cultural, Taquari, com seu casario em estilo açoriano, é uma boa opção e conta ótimas histórias. Já para quem gosta de turismo ecológico, Taquari também é uma boa opção, com o Morro da Carapuça. E para quem curte uma boa gastronomia, a cidade conta com ótimos bares e restaurantes. Ou para quem deseja aproveitar a beleza e tranquilidade da Lagoa Armênia, caminhar, correr ou simplesmente tomar um bom chimarrão à sombra, na companhia das aves aquáticas e tartarugas, esta também é uma das boas opções que esta cidade reserva. Tudo isso, associado à hospitalidade de seus habitantes.
Para mais informações sobre turismo em Taquari, acesse o site oficial da cidade: http://www.taquari.rs.gov.br/turismo/id/5/?pontos-turisticos.html. Acesse também nossa página no Facebook, www.facebook.com/viciadosemestrada e confira mais fotos deste e de outros belos lugares.

Até a próxima!

Ir ao resumo

Seja lá qual for seu próximo destino, reserve seu hotel em Booking.com:



Booking.com

Comentários

Posts mais populares

Casa De Bona: cenário de cinema em Farroupilha, RS

Goio-Ên: RS - SC

Caminhos de Pedra: uma casa na árvore e um café com mirante na Itália brasileira