MARCADORES

Mostrar mais

Pinto Bandeira - RS

O local:

O jovem município de Pinto Bandeira, antes, distrito de Bento Gonçalves, faz parte da Rota da Uva e do Vinho na Serra Gaúcha. Emancipado no final de 2012, com suas videiras, vinícolas e adegas, o município com pouco mais de 3 mil habitantes descendentes de italianos produz alguns dos melhores vinhos e espumantes do Brasil. Alguns, aliás, estão entre os 100 melhores do mundo! 
Sua economia, além da produção de uvas, vinhos e espumantes, é baseada na produção de frutas, como pêssegos e ameixas. Algumas variedades de uvas de altitude produzidas no Brasil foram introduzidas aqui com sucesso, mesmo que a altitude não ultrapasse os 860 metros.
O nome foi herdado do Brigadeiro Raphael Pinto Bandeira, que lutou em uma frente do império português contra ameaças de invasões de povos de matriz espanhola (castelhanos), no final do século XVIII, na fronteira do então chamado Continente de São Pedro, atual Estado do Rio Grande do Sul.

Onde fica:

Pinto Bandeira pode ser acessada através da RS-805, que inicia na localidade de Barracão, em Bento Gonçalves. Para quem vem do município de Farroupilha, pode percorrer a estrada dos Caminhos de Pedra, acessada pela VRS-448, até o trevo de acesso à cidade. Ver detalhes

O que fazer:

Um pouco antes da entrada, além do caminho florido, o visitante é recepcionado por uma bela vista da Cascata dos Amores, sobre um belvedere construído ao lado de um restaurante. Dele, pode-se avistar também a cidade de Bento Gonçalves.
Cascata dos Amores

Transitando pela pequena Pinto Bandeira, percebe-se a hospitalidade típica italiana, a tranquilidade e belas paisagens que mesclam montanhas, vales, vegetação nativa e vinhedos.
Rua de acesso a Pinto Bandeira

Na cidade, o visitante também encontra ótimos restaurantes, além das charmosas adegas. Até os abrigos de pontos de ônibus com laterais em formato de garrafas de vinho lembram a especialidade da cidade.
Ponto de ônibus com bases em forma de garrafas de vinho

Na praça central, um imponente monumento foi construído em homenagem ao colono. Menção mais do que merecida aos povos que construíram a cidade e boa parte de sua paisagem, constituída de parreiras, ameixeiras e pessegueiros.
Monumento ao colono

A religiosidade sempre esteve presente em Pinto Bandeira. O Santuário de Nossa Senhora de Pompéia, no centro da cidade, recebe uma grande quantidade de fiéis desde o início do século XX. A igreja foi inaugurada em 1902 e ostenta uma torre com um relógio e um sino, características dos povos italianos que colonizaram o local.
Igreja Nossa Senhora de Pompéia

Em frente à igreja, há uma bela praça arborizada e com um espaço especial para as crianças. Destaque para o capricho do playground,  coberto e com grama sintética. Tivemos que fazer uma pausa para as crianças desfrutarem deste espaço magnífico!
Parquinho coberto

Ao lado da pracinha, mais uma demonstração de capricho: um trenzinho confeccionado com toras de madeira complementa o belo visual e a alegria das crianças que ali brincavam.
Praça de Pinto Bandeira

Ao final do passeio, já no final da tarde, uma frase inscrita em um abrigo de ponto de ônibus me chamou a atenção, pois descreve muito bem a cidade de Pinto Bandeira.
Frase de efeito em ponto de ônibus

Seja para desfrutar de ótimos restaurantes e degustar vinhos e espumantes, seja para apenas passear e admirar belas paisagens, Pinto Bandeira é uma escolha excelente!
Para saber mais sobre este local pequeno e encantador, acesse o site oficial da cidade: http://www.pintobandeira.rs.gov.br/cultura-e-turismo/. Em nosso site no Facebook, há mais fotos deste passeio. Acesse www.facebook.com/viciadosemestrada e confira!

Até a próxima!

Ir ao resumo

Reserve aqui seu hotel ou pousada:

Booking.com

Comentários

Posts mais populares

Casa De Bona: cenário de cinema em Farroupilha, RS

Goio-Ên: RS - SC

Caminhos de Pedra: uma casa na árvore e um café com mirante na Itália brasileira