MARCADORES

Mostrar mais

Urubici - SC

O local:

Urubici é um município localizado na Serra Catarinense, há cerca de 170 quilômetros de Florianópolis. Cercado de montanhas e de belezas naturais, é uma excelente opção para quem busca sossego em contato com a natureza. Devo admitir que a cidade de pouco mais de 15 mil habitantes surpreende pela quantidade de atrações turísticas, dentre cascatas, mirantes, serras, montanhas, grutas e cavernas.  Em Urubici, foram registradas as menores temperaturas da história no Brasil. Por isso, a cidade é muito procurada por turistas, principalmente, durante o inverno, época em que os hotéis e pousadas da região ficam lotados.
Vista do Mirante de Urubici, Serra Catarinense

Onde fica:

Nossa visita à região foi em meio ao verão, portanto, não havia muito movimento nas rodovias que cortam a Serra Catarinense. Para chegar à cidade, utilizamos a BR-282, no sentido Lages a Florianópolis, pouco antes da localidade de Bom Retiro, acessamos a SC-416. Depois, são mais 24 quilômetros até o centro de Urubici, por um belo caminho, contornando montanhas e evidenciando vales. Ver detalhes

O que fazer:

Fomos para a pousada apenas para deixar as malas e fazer o check in, pois tínhamos muito o que ver. O primeiro ponto visitado foi o Morro da Igreja, que pertence ao Parque Nacional de São Joaquim. Primeiramente, tivemos que obter a autorização junto à sede do Parque Nacional de São Joaquim, que fica na Rua Felíssimo Rodrigues Sobrinho, no centro de Urubici. A autorização é necessária, pois o espaço para veículos é restrito lá em cima. O caminho até o Morro da Igreja inicia pela Avenida Rodolfo Anderman e depois pela SC-370 até o acesso, à direita. Após, são mais 15 quilômetros por uma estradinha pavimentada estreita, sinuosa e com alguns degraus, até o nosso destino.
Morro da Igreja, Serra Catarinense

Cinco quilômetros antes do Morro da Igreja, há uma guarita com um guarda, que monitora o número de veículos lá em cima. A autorização deve ser entregue a ele. Se o local estiver lotado, o visitante deverá esperar até alguém descer, para poder prosseguir. Chegamos lá em cima, e para a nossa decepção, haviam nuvens impedindo nossa visão. Moradores locais afirmam que o melhor horário para visitar o local é pela manhã, pois é menos frequente a ocorrência de nuvens. Outro detalhe é a diferença de temperatura. em Urubici, com cerca de 950 metros de altitude, a temperatura era de 29°C. Lá no alto do Morro (1822 metros de altitude), a temperatura baixou para 16°C, isso em uma tarde ensolarada de verão!
Depois de alguns minutos, para a nossa sorte, a nuvem se dissipou, revelando a principal atração lá de cima: a pedra furada.
Vista da Pedra Furada, Serra Catarinense

Na ausência de nuvens, é possível enxergar o litoral catarinense lá de cima. Na descida, não paramos para ver a Cascata Véu de Noiva, pois estávamos na expectativa de chegarmos até a Serra do Corvo Branco.
Até então, tudo certo, até chegarmos a um trecho em que a estrada estava intransitável, cerca de 3 quilômetros antes da serra. Uma decepção! Mas haviam máquinas trabalhando. Um bom sinal. Fica para a próxima vez.
Voltando a Urubici, tivemos que fazer o tradicional, mas não menos instigante passeio na pracinha com as crianças. Aproveitamos para fotografar a bela Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe dos Homens  e o lago do chafariz cheio de peixes.
Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe dos  Homens
Chafariz com peixes ornamentais em frente à igreja matriz

No dia seguinte, pela manhã, seguimos pela SC-110, no sentido Urubici a São Joaquim. Nos primeiros quilômetros, já tivemos que realizar diversas paradas. Primeiro, para observar as pinturas rupestres. O sítio é sinalizado e encontra-se às margens da rodovia. As inscrições tem idade estimada em 4 mil anos.
Pinturas Rupestres

Alguns quilômetros adiante, já a uma altitude de cerca de 1200 metros, a parada foi para contemplar a vista do Mirante de Urubici.
Mirante de Urubici, Serra Catarinense

Mais 3 quilômetros, chegamos ao acesso ao parque da Cascata do Avencal. Para entrar no parque, pagamos R$5,00 por adulto.
Caminhando por alguns metros, dentro do parque, avista-se o mirante que permite uma visão panorâmica da cascata de cerca de 105 metros de altura.
Cascata do Avencal, Serra Catarinense

Além da paisagem exuberante e da bela vista da cascata, o parque também possui uma pousada e oferece passeios a cavalo, trilhas ecológicas, e para os mais radicais, até tirolesa sobre a cascata.
Parque da Cascata do Avencal, Serra Catarinense

Faltou mencionar a Cascata da Neve, a Caverna Rio dos Bugres, o Morro Campestre, além da Cascata Véu de Noiva e a própria Serra do Corvo Branco. Estas atrações serão mostrados em postagem futura, até porque quem visita este lugar sempre fica com o desejo de retornar. 
Para mais informações sobre o turismo em Urubici, acesse o link: http://www.urubici.sc.gov.br/turismo/item/Atrativos/. Para acessar mais fotos, visite nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/viciadosemestrada/.

Até a próxima!


Reserve aqui seu hotel ou pousada:

Booking.com

Comentários

Posts mais populares

Casa De Bona: cenário de cinema em Farroupilha, RS

Goio-Ên: RS - SC

Caminhos de Pedra: uma casa na árvore e um café com mirante na Itália brasileira